Desabafo: Jr Paulain desafia o irmão e revela que foi injustiçado

Noticia Atualizada em 25/06/2015
Desabafo: Jr Paulain desafia o irmão e revela que foi injustiçado
Foto: Divulgação/AFBBC

O apresentador do Caprichoso, Junior Paulain, que volta este ano ao item 01 do boi, fez revelações importantes sobre sua saída e retorno ao cargo. O desabafo aconteceu hoje, 25, durante coletiva de imprensa realizada no curral Zeca Xibelão. Júnior afirma que foi injustiçado e, em tom de desafio, afirma que não vai perder para o irmão dele, Israel Paulain, apresentador do Garantido. 

 

O apresentador do azul conta que foi bastante criticado quando defendia o item 01. Ele afirma que mesmo empatando ou até vencendo o irmão recebia duras críticas. “Ninguém me defendia, havia um comportamento negativo do Júnior Paulain fora da arena e eu tive que ouvir isso de cada conselheiro no dia que eu fui assumir o item novamente”, revela.

 

Sobre as constantes derrotas que sofreu na arena, Júnior atribui o resultado ao fato de que no Garantido houve uma preparação e preocupação melhor com item apresentador. Ele citou o jornalista Fred Góes e o teatrólogo Chico Cardoso como os principais responsáveis pelos vitoriosos desempenhos de Israel Paulain, em especial, pelo fato deles orientarem Israel a fazer apresentações sem papel nas mãos, fato iniciado em 2006 quando Júnior Paulain e o Caprichoso perderam o festival. “Eu não tinha o que fazer, eu tava com a ficha nas mãos ainda e nós perdemos 2006, merecidamente”, conta.

 

Júnior conta que em consequência da derrota de 2006 houve uma grande cobrança em 2007 para que ele apresentasse o Caprichoso sem roteiro nas mãos, porém afirma que não recebeu boas condições para que cumprisse a nova determinação do Conselho de Artes. “No outro ano, ao invés de o Caprichoso me apresentar um projeto pra que superasse isso ‘olha você vai apresentar o boi sem nada nas mãos hein’, não é assim, tem que ter direção, tem que ter trabalho”, critica.

 

Ano passado Júnior foi substituído por Arlindo Júnior e foi alocado para o cargo de amo do boi. Apesar do esforço não conseguiu vencer o amo do vermelho, Tony Medeiros. Paulain criticou a decisão da diretoria do bumbá e afirma que não deveria ter sido trocado de item ano passado. “Voltei pro item pra onde não deveria ter saído e, sem prepotência nenhuma, digo a vocês: o Caprichoso tem um apresentador, um levantador e um amo que se prepararam para ganhar o festival”, finaliza.

 

Eldiney Alcântara/ Repórter Parintins