Extensão rural, organização social e infraestrutura foram debatidas em Vila Amazônia

Noticia Atualizada em 13/11/2017
Extensão rural, organização social e infraestrutura foram debatidas em Vila Amazônia
Foto: Divulgação

Promover extensão rural e assistência técnica nas áreas produtivas da pecuária, agricultura, piscicultura, trabalhar a organização social e a infraestrutura de pontes e estradas estão entre as prioridades definidas para a região do Quebra, em reunião que aconteceu neste domingo (12) na comunidade São Sebastião, com a participação de mais de 80 produtores rurais.

 

O encontro que levou aos comunitários a proposta de fortalecimento do setor primário da administração do prefeito Bi Garcia e Tony Medeiros deliberou sobre ações concretas que serão executadas pela Prefeitura de Parintins, por meio de suas secretarias, com apoio das universidades, UFAM, IFAM, UEA e Câmara Municipal que estavam presentes na reunião.

 

A Secretaria de Pecuária, Agricultura e Abastecimento (Sempa) que organizou o encontro, atendeu a um convite dos produtores da localidade e reuniu uma missão multiprofissional com a finalidade de resgatar a confiança dos produtores que estão esperançosos nas mudanças que o governo municipal está promovendo, ao eleger como prioridade o setor primário.

 

“Conseguimos resgatar a credibilidade da administração junto aos produtores da região do Quebra que representa para nós em termos da agricultura familiar 70% de participação em número de produtos comercializados na feira da Praça dos Bois”, avaliou o secretário Edy Albuquerque.

 

Os agricultores do Quebra produzem em larga escala mandioca e seus derivados como farinha, tapioca, beijus, macaxeira, frutas como tucumã, banana e outros.

 

Como resultado do encontro, na primeira semana de dezembro um trabalho intenso será executado por toda a equipe técnica, engenheiros agrônomos, de pesca, engenheiros florestais, veterinários e profissionais vinculados à Sempa, à Secretaria de Educação e à área de infraestrutura. Será uma ação integrada articulada junto à Embrapa, ao Idam, universidades, sindicatos e entidades parceiras.

 

A Câmara Municipal também terá papel importante, por meio do trabalho dos vereadores Tião Teixeira e Vanessa Gonçalves que viram as necessidades e prometeram trabalhar em projetos que melhorem a qualidade de vida dos agricultores.

 

O pedido dos agricultores foi por uma assessoria técnica na base, orientando na agricultura, na pecuária, na piscicultura, levando infraestrutura para as estradas e promovendo a organização social.

 

De acordo com o secretário, o clamor da região, entre outras coisas é o fortalecimento da organização social e para isso o curso de administração da UFAM será primordial nesse trabalho.

 

“Ficamos honrados com a presença de todas as entidades que nós convidamos, feliz porque estamos conseguindo articular as parcerias com o setor primário e acima de tudo buscando colocar em prática o plano de ação que o prefeito Bi Garcia e o vice Tony Medeiros tem discutido e debatido com a sociedade”, disse.

 

Edy Albuquerque acredita que ação de dezembro será um divisor de águas porque vai transformar a região numa unidade demonstrativa para mostrar que é possível produzir melhorar não só a questão da produção, mas a qualidade de vida das pessoas com saúde e educação de qualidade e estrutura básica. Os moradores também pediram apoio para que seja cobrada a responsabilidade do INCRA no sentido de demandar ações que venham contemplar o Projeto de Assentamento Vila Amazônia.

 

Peta Cid | Assessoria Sempa Parintins