Operação Integração combate criminalidade e mantém a ordem na segurança pública

“Uma das metas da operação é a repressão ao tráfico de drogas, roubos, furtos de motos e porte ilegal de arma de fogo”, explicou o comandante da Polícia Militar Juan Morrilas

Noticia Atualizada em 12/11/2017
Operação Integração combate criminalidade e mantém a ordem na segurança pública
Foto: Conselho Tutelar de Parintins

O balanço da Operação Integração realizada simultaneamente no fim de semana pela Polícia Militar e órgãos parceiros nos municípios de Parintins, Nhamundá, Boa Vista do Ramos e Barreirinha resultou na apreensão de um assaltante em Parintins e apreensão de drogas em Barreirinha, além do recolhimento de mais de 150 motocicletas.

 

A operação em Parintins promoveu ações de fiscalização dos estabelecimentos onde há a venda de bebida alcoólica para coibir qualquer ação irregular, evitar a poluição sonora, consumo de bebida e de drogas por menores.

 

Uma das fases da operação foi a ação integrada com a Empresa Municipal de Trânsito e Transporte (EMTT) para tirar de circulação motos roubadas, com alguma irregularidade de licenciamento e equipamentos danificados.

 

“Promovemos também reforço do policiamento nas áreas de serviços, em que foram intensificados os patrulhamentos nas áreas mais críticas, buscando principalmente a repressão ao tráfico de drogas e ao ilícitos de entorpecentes, roubos e furtos de motos e porte ilegal de arma de fogo”, explicou o comandante da Polícia Militar Juan Morrilas.

 

O comandante Morrilas informou que mesmo não sendo atribuição específica da Polícia Militar, algumas ações de prevenção foram feitas em uma gestão integradas com outros orgões em locais da cidade que têm trazido vários problemas em relação ao contexto da segurança pública.

 

De acordo com Juan Morrilas, na Operação Integração participaram também o Conselho Tutelar que atuou na fiscalização de menores de idade, o Corpo de Bombeiros e Secretaria Municipal de Terras com alvará de funcionamento, Secretaria de Meio Ambiente na questão da poluição sonora, Secretaria de Assistência Social e Vigilância Sanitária.

 

“O objetivo foi trazer uma resposta do que merece a nossa população. Enquanto o cidadão de bem está em casa, curtindo sua família em seu momento de descanso, os órgãos estão trabalhando para melhor servir e proteger a população”, afirmou.

 

No desenvolvimento da operação a Polícia Militar utilizou nove viaturas de quatro rodas e cinco motocicletas, além de um contingente de 50 militares e mais 100 servidores dos órgãos parceiros.

 

Marcondes Maciel | Repórter Parintins