Campo do Paulo Corrêa tomado por casas com autorização da Associação dos Moradores

Noticia Atualizada em 16/01/2017
Campo do Paulo Corrêa tomado por casas com autorização da Associação dos Moradores
Foto: Marcondes Maciel

Um grupo de moradores e desportistas do bairro Paulo Corrêa procurou a redação do Repórter Parintins para denunciar o possível loteamento e comercialização de parte de um terreno destinado ao campo de futebol do São Paulo Esporte Clube que atende jovens e adultos daquela área da cidade.

 

De acordo com os denunciantes, que pediram para não ter seus nomes revelados por questão de segurança, o senhor de nome José Ziraldo Carneiro, presidente da Associação de Moradores do Paulo Corrêa, se intitula dono do único espaço público do bairro destinado ao esporte e resolveu ceder para familiares seus alguns lotes para a construção de casas.

 

Os moradores disseram que pelo menos quatro casas foram erguidas nas laterais do campo de futebol, o que limita o espaço de prática esportiva, além de deixar as residências praticamente na linha lateral, quase dentro do campo de futebol.

 

Os comunitários e desportistas pedem providência para o caso da Prefeitura Municipal de Parintins, por meio da Secretaria de Terras, Controladoria Jurídica e Coordenadoria de Esportes da Semed.

 

José Ziraldo

A reportagem entrou em contato com o senhor José Ziraldo, que por sua vez disse ter repassado uma das áreas para um de seus filhos que não tinha casa própria. “Eu dei pro meu filho. É um direito meu de dar, porque esse terreno está reservado há muito tempo. Outras pessoas queriam, só que eu não dei. O terreno estava aí e como ele (o filho de seu Ziraldo) precisou, eu dei pra ele”, assegurou.

 

Seu José Ziraldo rebateu as críticas assegurando que os reclamantes são as mesmas pessoas que fazem oposição a sua administração à frente da Associação de Moradores do Paulo Corrêa. “São pessoas que nunca contribuíram com nada pro bairro. Nem que você faça mil maravilhas pelo bairro, essas pessoas todo tempo estão contra. Eles alegam que o terreno é da Associação e não é”, afirmou.  

 

José Ziraldo explicou que o terreno doado para um de seus filhos não tem nada haver com o campo do São Paulo ou com a Associação de Moradores. “Esse terreno faz muito tempo que a gente vem reservando e agora eu precisei dar para um filho meu, porque ele não tinha pra onde ir”, frisou.

 

O presidente Ziraldo afirmou que tem direito adquirido sobre o terreno, uma vez que o campo de futebol foi fundado por ele. “Esse campo de futebol fui eu que mandei fazer. O bairro Paulo Corrêa estava na rua oito. De lá pra cá não tinha bairro, foi quando tirei essa área para fazer o campo do São Paulo. E até hoje eu estou aqui. Porque eu estou aqui? Porque eu mandei fazer. Quem cuida do campo do São Paulo sou eu”, disse reafirmando que o terreno doado não faz parte do campo de futebol.

 

Marcondes Maciel | Repórter Parintins