Facebook começa a implementar ferramenta contra notícias falsas

A nova ferramenta permite aos usuários denunciarem possíveis notícias falsas, que passarão por uma equipe de checagem.

Noticia Atualizada em 16/01/2017
Facebook começa a implementar ferramenta contra notícias falsas
Foto: Reprodução internet

O Facebook anunciou no mês passado medidas para enfrentar a propagação de notícias falsas na rede social. O primeiro país a receber a novidade foi os Estados Unidos, mas, agora, a empresa está se preparando para a implementação do combate contra notícias falsas na Alemanha.

 

Esse é o primeiro país europeu a estrear a funcionalidade, que deve ser expandida para os demais países em breve. A plataforma da rede social na Alemanha será atualizada ao longo das próximas semanas.

 

A Alemanha é umas das nações que mais se preocupou com a disseminação das notícias falsas, assim como é uma das mais críticas em relação às mensagens de ódio publicadas nas redes sociais.

 

O ministro da Justiça alemão, Heiko Maas, pediu repetidamente ao Facebook que respeitasse as leis contra a difamação na Alemanha, que são mais rigorosas do que as dos Estados Unidos. Além disso, outras figuras políticas expressam preocupações de que informações irreais possam influenciar as eleições parlamentares de setembro, quando a chanceler Angela Merkel buscará um quarto mandato.

 

A nova ferramenta permite aos usuários denunciarem possíveis notícias falsas, que passarão por uma equipe de checagem. As informações que forem realmente falsas serão indicadas como “questionáveis” e não receberão destaque dos algoritmos da plataforma.

 

O Facebook também garante que a ferramenta tornaria impossível que spammers forjassem sites de notícias, que foi o que aconteceu durantes as eleições presidenciais norte-americanas no ano passado.

 

Fonte: Olhar Digital