Concurso dos sonhos

Noticia Atualizada em 05/09/2016

O sonho do emprego fixo e permanente na administração municipal parece que vai esperar mais um pouco a se tonar realidade em Parintins. Nos últimos cinco anos pelos menos dois editais de concursos públicos foram suspensos por irregularidades, o que poderia ser a porta de entrada para milhares de trabalhadores s com a admissão de servidores contratados dentro da legalidade, com regimento próprio do servidor, estatuto de categorias de classe, com salário atendendo o que recomenda o plano de cargos e carreiras, com elevação progressiva de nível de carreira.


No ano de 2012, na administração do então prefeito Frank Luiz da Cunha Garcia (PSDB), esse sonho surgiu para a juventude parintinense, mas por conta de inúmeras irregularidades encontradas na publicação do edital, o certame foi suspenso pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Porém, a esperança de ser contratado de forma permanente no serviço público municipal foi esvaída e até o pagamento da taxa de inscrição se perdeu.


Passados mais de três anos e meio, o otimismo com a possibilidade de participar de um concurso público para admissão de mais de três mil vagas para os níveis fundamental, médio, técnico e superior ressurgiu e levou muitos jovens a se empenharem nos estudos. Isso na administração do prefeito Alexandre da Carbrás. E mais uma vez a decepção veio carregada de insegurança com o surgimento de uma enxurrada de irregularidades. Mais uma vez o edital do concurso público foi suspenso.

Como a elaboração de um novo projeto de edital para o concurso público a celeuma se repetiu: distorções no texto. Esperamos que o tão propagado concurso público da Prefeitura de Parintins aconteça dentro da legalidade para a satisfação da comunidade parintinense.