Corrida eleitoral

Noticia Atualizada em 18/08/2016

A menos de 45 dias da campanha eleitoral de 2016, em Parintins a corrida da sucessão municipal ainda está totalmente indefinida, uma vez que ainda não se pode apontar um favoritismo para o candidato A ou B, devido a não conclusão dos acertos finais definidos pelas lideranças estaduais.

 

Correndo contra o tempo para arregimentar novos aliados o pré-candidato à reeleição Alexandre da Carbrás (PSD) conta com a superestrutura administrativa em seu favor. Carbrás pode desistir, mas tem força e um grupo forte para se colocar no páreo eleitoral.

 

O pré-candidato pelo PSDB, Frank Bi Garcia, aposta em uma exposição maior na propaganda eleitoral no rádio e na televisão com o apoio de 19 partidos políticos, além de um contingente de mais de 150 candidatos a vereadores.

 

Já a empresária Márcia Baranda (PMDB) conta com o apoio de um grupo forte que uniu forças para abraçar um programa de governo, além do entusiasmo da família. Márcia imprimiu um estilo próprio de se colocar na vitrine eleitoral e conquistar a simpatia do eleitorado. O biólogo Messias Cursino (PDT) e Juscelino Melo Manso (PSD) apostam na vontade popular de mudança para despontarem entre os favoritos no pleito em Parintins. A dupla iniciou a pré-campanha literalmente com caminhadas pelos bairros da cidade e mantêm a determinação de uma candidatura pé no chão.

 

Acreditando na força da oposição de esquerda se apresentam os pré-candidatos Adson Ribeiro (REDE) e Maria Altair Navegantes (Psol). Adson Ribeiro acredita na disposição de um grupo de voluntários para propagar suas propostas de governo.

 

Na corrida eleitoral esses pré-candidatos terão que disputar a preferência dos 64. 044 eleitores devidamente cadastrados junto ao Cartório eleitoral de Parintins.